Trabalhos Disponíveis

TRABALHO Ações
O CONTEXTO DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E A FORÇA DA POLÍCIA MILITAR: PRÁTICAS PREVENTIVAS
Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
Data 10/03/2018
Área ADMINISTRAÇÃO
Orientador(es)
  • MASSILON DE OLIVEIRA SILVA NETO
Orientando(s)
  • Maria Aparecida Eleuterio de Arruda
Banca
  • EDSON BERTOLEZO
  • MASSILON DE OLIVEIRA SILVA NETO
  • WANDER MATOS DE AGUIAR
Resumo O presente artigo tem como objetivo analisar as práticas interventivas da Política Militar frente à violência doméstica. Para tal, a metodologia utilizada na pesquisa foi embasada no método indutivo e analítico, contextualizando a violência contra mulher que tornou-se um fenômeno social global, logo, buscou-se traçar a violência doméstica e seus reflexos na sociedade, conceituando e esmiuçando as suas tipificações, seguido dos pontos relevantes das causas e consequências desse tipo de violência tem ocasionado nas vítimas e as políticas de enfrentamento. Evidenciando a atuação do poder público no combate a violência doméstica e como se originou e desenvolveu a Lei Maria da Penha dentro do ordenamento jurídico e o trabalho interventivo da PM nesse contexto. Por fim, evidenciou que as práticas estabelecidas por um procedimento operacional padrão e o atendimento preventivo objetiva contribuir para diminuição da violência, dando-lhe um atendimento humanizado, bem como garantindo a segurança e autonomia da mulher, recuperando e promovendo a dignidade feminina no âmbito pessoal e coletivo.
Download
    VOLATILIZAÇÃO DE AMÔNIA APÓS APLICAÇÃO DA UREIA EM SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO
    Curso Mestrado em Agronomia
    Tipo Dissertação
    Data 02/03/2018
    Área MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO
    Orientador(es)
    • SIMONE CANDIDO ENSINAS MAEKAWA
    Orientando(s)
    • FERNANDO LOURENÇO SANTANA DA SILVA
    Banca
    • ANA CAROLINA ALVES ROCHETTI
    • DIÓGENES MARTINS BARDIVIESSO
    • TERESA CRISTINA ALVES
    Resumo Diversos fatores reduzem a eficiência do N, sendo a perda gasosa na forma de NH3 por meio da volatilização uma das principais. Objetivou-se com este trabalho quantificar as perdas de N por volatilização de amônia no sistema ILPF em diferentes épocas e distâncias dos renques de eucalipto nas culturas de milho e pastagem. Na cultura do milho foram duas épocas de aplicação (novembro e dezembro), sendo uma adubação no plantio com 500 kg ha-1 de NPK, com a formulação 8-28-16, totalizando 40 kg de N ha-1 e a outra 45 dias posterior à implantação da cultura (adubação de cobertura) com 500 kg ha-1 de N, P e K na fórmula 20-5-20, totalizando 100 kg de N ha-1. Na pastagem foram duas aplicações (dezembro e janeiro), onde utilizou-se 45 kg de N ha-1em cada ciclo. Na adubação realizada na semeadura do milho, as perdas diárias e total por volatilização de amônia foram semelhantes em todas as distâncias dos renques, as perdas diárias foram baixas, não ultrapassando 1,3% do N aplicado e a perda total variou de 10,4 a 11,8 % do N aplicado. Na adubação de cobertura do milho as perdas diárias e acumulada foram maiores comparada à adubação realizada na semeadura, o tratamento sem renque teve a maior perda no primeiro dia, 18% do N aplicado e a maior perda total, 46,25% do N aplicado. Na pastagem as taxas mais altas de volatilização acumulada e diária foram na primeira época de adubação, tendo o primeiro dia a maior perda, 8,7% do N aplicado, na segunda adubação a maior perda foi no segundo dia, 3,1% do N aplicado. Não houve diferença entre as distâncias dos renques na primeira e segunda época de aplicação do N na pastagem.
    Download
    EFICIÊNCIA NA GESTÃO PÚBLICA: SUBSTITUIÇÃO DE POLICIAIS MILITARES QUE EXERCEM ATIVIDADES BUROCRÁTICAS POR AUXILIARES ADMINISTRATIVOS
    Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
    Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
    Data 28/02/2018
    Área ADMINISTRAÇÃO
    Orientador(es)
    • AIRTON PINTO DE MOURA
    Orientando(s)
    • Willian Silva do Nascimento
    Banca
    • AIRTON PINTO DE MOURA
    • EDMILSON LOPES DA CUNHA
    • JOSÉ AMORIM LONGATTO
    Resumo O princípio da eficiência deve propiciar ao Estado melhor otimização de seus recursos; o gestor público deve demonstrar responsabilidade nos gastos e alcançar os melhores resultados possíveis na sua aplicação. O presente tem como foco principal analisar a maneira de emprego dos policiais militares, especificamente no desempenho destes profissionais no serviço burocrático da corporação. O objetivo é verificar as atribuições que são desenvolvidas e a possibilidade de contratação de técnicos ou auxiliares administrativos para que o policial possa atuar em sua atividade específica de policiamento ostensivo e preventivo. A pesquisa é classificada como qualitativa e quantitativa e por se tratar de um contexto específico, também como um estudo de caso. O instrumento utilizado para obtenção de dados foi o questionário, aplicado em unidades da capital de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, com a finalidade de identificar o perfil do profissional que exerce atividades administrativas e suas atribuições. Os resultados demonstraram que as atribuições administrativas são semelhantes às realizadas por técnicos administrativos de outros setores públicos. Conclui-se que é possível o exercício de atividades por outros agentes públicos e que a substituição possibilitaria redução de custos e um avanço gerencial na otimização dos recursos humanos da corporação.
    Download
      PATRULHAMENTO TÁTICO NA PMMS:HISTÓRICO, EVOLUÇÃO E UMA PROPOSTA DE PADRONIZAÇÃO.
      Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
      Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
      Data 28/02/2018
      Área ADMINISTRAÇÃO
      Orientador(es)
      • MARCELO CANSANÇÃO SILVEIRA
      Orientando(s)
      • Samuel Castilho Ferreira Aragão
      Banca
      • MARCELO CANSANÇÃO SILVEIRA
      • MARCUS VINICIUS POLLET
      • WAGNER FERREIRA DA SILVA
      Resumo O presente artigo tem como objetivo demonstrar as origens do Patrulhamento Tático na Polícia Militar de Mato Grosso do Sul buscando entender a sua evolução.Para tanto, buscar-se-á os registros históricos dessa modalidade de policiamento ostensivo a nível nacional e posteriormente o que tange ao Estado de Mato Grosso do Sul. Em seguida, com intuito de embasar o seu emprego racional e técnico deverá se analisar os conceitos existentes de malha protetora e os esforços de policiamento adequando-os à realidade local. Por conseguinte, propor-se-á uma padronização do emprego desse policiamento com vistas a uma melhora do atendimento e a potencialização da sensação de segurança vivida pela sociedade através dessa atividade fim da Segurança Pública.
      Download
        A RELAÇÃO ENTRE O USO DE ALGEMAS E O PRINCÍPIO DA DIGNIDADE HUMANA NA PRISÃO EM FLAGRANTE DELITO
        Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
        Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
        Data 28/02/2018
        Área ADMINISTRAÇÃO
        Orientador(es)
        • AIRTON PINTO DE MOURA
        Orientando(s)
        • Edcezar Zeilinger
        Banca
        • AIRTON PINTO DE MOURA
        • JURACY PEREIRA DA PAZ
        • MARCOS PAULO GIMENEZ
        Resumo Atualmente os cenários organizacionais têm exteriorizado contínuas mudanças estruturais, estratégicas e tecnológicas. O exposto artigo suscita analisar o uso das algemas no direito brasileiro, baseando-se nos fundamentos jurídicos, trazendo consigo assuntos envoltórios, de diferentes ópticas. Nesse viés, contextualiza questões em destaque na atualidade, referentes a suas divergências, presumindo os direitos fundamentais dos indivíduos, previstos por lei. O tema, tendo em vista a atuação da polícia militar, que na maior parte das vezes age executando um trabalho de prisões em flagrante, envolve inúmeras discussões, uma vez que, visa encontrar uma conciliação entre o uso das algemas como forma de defesa, por parte dos agentes de segurança, e a seguridade do princípio da dignidade humana para os presos. Em relação aos procedimentos técnicos, a pesquisa é classificada como bibliográfica e documental, de gênero teórico, sendo realizada a coleta de dados por meio de fontes secundárias. A súmula vinculante nº 11 do Supremo Tribunal Federal, determina o uso das algemas, diante de casos de resistência e de fundado receio de fuga ou de perigo à integridade física própria ou alheia, por parte do preso ou de terceiros. Dessa maneira, o exposto, envolve pontos de vista diferenciados, se por um lado, pessoas discordam da súmula, afirmando haver uma retirada da fundamentação legal dos agentes públicos, por outro, indivíduos defendem a legalidade da súmula, declarando que veio preservar os direitos dos presos. Conclui-se que é uma questão controversa que envolve várias problemáticas no âmbito político e jurídico brasileiro.
        Download
          RESPOSTA DO TAMANHO DE SEMENTE, PROFUNDIDADE DE SEMEADURA E DISPONIBILIDADE HÍDRICA NO CRESCIMENTO INICIAL DO MILHO
          Curso Mestrado em Agronomia
          Tipo Dissertação
          Data 28/02/2018
          Área MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO
          Orientador(es)
          • TIAGO ZOZ
          Orientando(s)
          • CELÍ SANTANA SILVA
          Banca
          • ALAN MARIO ZUFFO
          • EDILSON COSTA
          • ELIANA DUARTE CARDOSO
          • TIAGO ZOZ
          Resumo A formação do estande de plantas na cultura do milho pode ser afetada pelo tamanho das sementes, profundidade de semeadura, e a umidade do solo. Diante do exposto, o trabalho teve como objetivo avaliar o tamanho de sementes, a profundidade de semeadura e a condições de disponibilidade hídrica do solo na emergência e no crescimento inicial de plantas de milho. O experimento foi conduzido sob cultivo protegido, em delineamento experimental de blocos ao acaso, disposto em esquema fatorial 4 x 2 x 2, sendo constituído de quatro profundidades de semeadura (3, 6, 9 e 12cm), dois níveis de disponibilidade hídrica do solo (25% e 75% da capacidade de vaso) e, dois tamanhos de semente (peneiras 20C e 24L), com quatro repetições. Em condições de disponibilidade hídrica do solo, recomenda-se realizar a semeadura nas profundidades entre 3 e 9 cm. Em condições de baixa disponibilidade hídrica, recomenda-se fazer a semeadura com 3 cm de profundidade. O tamanho da semente não influencia a emergência de plântulas de milho independente das condições hídricas do solo e da profundidade de semeadura. Sementes maiores originam plantas com maior vigor.
          Download
          NITRATOS NO CONDICIONAMENTO FISIOLÓGICO EM SEMENTES DE MILHO SOB ESTRESSES ABIÓTICOS
          Curso Mestrado em Agronomia
          Tipo Dissertação
          Data 28/02/2018
          Área MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO
          Orientador(es)
          • FLAVIO FERREIRA DA SILVA BINOTTI
          Orientando(s)
          • CAIO CÉSAR BURIN
          Banca
          • EDILSON COSTA
          • ELIANA DUARTE CARDOSO
          • FLAVIO FERREIRA DA SILVA BINOTTI
          Resumo O milho destaca-se dentre as espécies cultivadas no país, e em seu cultivo, a etapa da semeadura carece de atenção por ser ponto de partida para altas produtividades. Nessa etapa diversos fatores podem comprometer o processo germinativo e a formação de um estande adequado, tais como: estresse hídrico, térmico, salino e hipóxia. Sendo assim, técnicas como o condicionamento fisiológico podem minimizar esses fatores, promovendo maior rapidez e uniformidade de germinação. O projeto foi realizado no Laboratório de Análise de Sementes e na área experimental da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, na Unidade Universitária de Cassilândia, no ano de 2017, e foi dividido em duas etapas (etapa A e B). Etapa A: o objetivo foi evidenciar o melhor método e período de condicionamento fisiológico. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x8 para hidratação entre papeis e 3x6 para imersão direta, sendo constituído de lotes de sementes de milho e períodos de hidratação. O método entre papéis consistiu na hidratação das sementes utilizando três folhas de papel do tipo “Germitest”, umedecidas com três vezes a massa dos papéis secos, e imersão direta, onde a hidratação das sementes foi realizada deixando-as totalmente submersas em água, ambos os métodos realizados na temperatura de 25ºC. Etapa B: o objetivo foi avaliar diferentes agentes químicos através do método e período hidratação escolhido da etapa A, no condicionamento fisiológico para a superação de estresses durante o período de germinação. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x5, sendo constituído de dois lotes de sementes que foram submetidas ao condicionamento fisiológico por imersão direta, sob temperatura constante de 25ºC, pelo período de 18 horas, e diferentes agentes químicos utilizados no condicionamento fisiológico (controle, água, Ca(NO3)2, KNO3, Ca(NO3)2 + KNO3. O condicionamento fisiológico de sementes através da imersão direta, no período de 18 horas e com ambas as substâncias se mostrou de modo geral, um método promissor para superar efeitos deletérios abióticos encontrados a campo no momento da germinação. A utilização de nitratos via condicionamento fisiológico é uma alternativa para promover efeitos benéficos perante a situações de estresse. O condicionamento fisiológico proporciona maior velocidade de emergência, independente da substância utilizada, sem interferir no desenvolvimento inicial de plântulas.
          Download
          GESTÃO EFICIENTE DO ALMOXARIFADO GERAL DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
          Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
          Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
          Data 28/02/2018
          Área ADMINISTRAÇÃO
          Orientador(es)
          • MARCELO CANSANÇÃO SILVEIRA
          Orientando(s)
          • Vilson Silva
          Banca
          • ANTÔNIO MARCOS CARNEIRO
          • JOSÉ ALVES DAS NEVES
          • MARCELO CANSANÇÃO SILVEIRA
          Resumo No almoxarifado estão os elementos de extrema importância para o bom funcionamento da corporação Bombeiros, haja vista que durante esta pesquisa ficou evidenciado o real valor desse departamento para a boa prestação de serviço a qual a instituição está imbuída, isso está ligado fundamentalmente com administração de materiais pela logística fornecida pelo almoxarifado. Sendo assim, o estudo teve como principal objetivo contribuir com o Corpo de Bombeiros do Estado de Mato Grosso do Sul uma visão de gestão qualificada que aglutina otimização, inovação, criatividade, organização, controle de estoque, reposição dos materiais e distribuição numa visão ágil moderna rápido econômico e eficiente. E teve como problema a questão: como tornar o almoxarifado geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso do Sul mais proativo? Para tanto, o estudo foi realizado por meio de pesquisa exploratório e bibliográfica na qual foram consultados livros, legislação pertinente à temática. Os resultados obtidos demonstram que o chefe do almoxarifado geral do Corpo de Bombeiros Militar/MS muito tem realizado no sentido de melhorias mas ainda precisa focar na gestão qualificada no controle de estoque e distribuição de materiais para os Quartéis subordinados, melhoria nas instalações físicas, implementação de software para controle de entradas e saídas de materiais do estoque fortalecendo a eficiência, foi constatado também que é de fundamental importância aquisição de caminhão de médio porte modelo baú com finalidade de levar os materiais até os Quartéis do interior do estado.
          Download
            A NECESSIDADE DE INFORMATIZAÇÃO DO SISTEMA DE FISCALIZAÇÃO DA POLICIA MILITAR AMBIENTAL DE MATO GROSSO DO SUL
            Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
            Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
            Data 27/02/2018
            Área ADMINISTRAÇÃO
            Orientador(es)
            • JOAQUIM CARLOS KLEIN DE ALENCAR
            Orientando(s)
            • Cleiton Douglas da Silva
            Banca
            • JEFFERSON VILAMAIOR
            • JOAQUIM CARLOS KLEIN DE ALENCAR
            • MARCELO CANSANÇÃO SILVEIRA
            Resumo Este artigo apresenta uma análise do sistema de fiscalização da Polícia Militar Ambiental de Mato Grosso Sul (PMAMS), no que refere a utilização dos formulários utilizados, inclusive, ao que se refere ao processo de controle do pescado extraído dos rios do Estado, o formulário Guia de Controle de Pescado (GCP). Tem por objetivo demonstrar que o processo hoje utilizado tem se mostrado arcaico, desatualizado e não aplicável de forma eficiente e eficaz aos diversos tipos de fiscalização realizados pela Polícia Militar Ambiental, o que se mostra como verdadeiro desestimulo. A metodologia adotada no artigo é a pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória e, quantitativa. Os resultados alcançados comprovam a necessidade de informatização de todo processo, seja com o uso de formulários digitais, seja pelo uso de softwares que, a partir de um sistema integrado de todas as subunidades policiais militares ambientais, possa se ter um real controle da informação, possibilitando o aumento de receita, monitoramento dos reincidentes, entre outros, o que leva a uma maior proteção dos recursos naturais do Estado.
            Download
              POLÍCIA MILITAR E DIREITOS HUMANOS: O impacto das mídias eletrônicas
              Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
              Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
              Data 27/02/2018
              Área ADMINISTRAÇÃO
              Orientador(es)
              • JOSÉ ROBERTO DA SILVA LUNAS
              Orientando(s)
              • Wendell Luciano de Oliveira
              Banca
              • EDSON FURTADO DE OLIVEIRA
              • JOSÉ ROBERTO DA SILVA LUNAS
              • MARCO ANTÔNIO ARGUELHO DA SILVA
              Resumo RESUMO: Trabalho de conclusão de curso na área “Ética, Cidadania e Direitos Humanos”, sob o tema “Segurança Pública”. Trata-se de uma questão polêmica no Brasil, envolvendo criminalidade crescente, falta de contingente e equipamentos aos policiais, insatisfação da população e baixo investimento do Poder Público. O problema de pesquisa foi investigar as principais dificuldades para a promoção de uma Segurança Pública eficaz no Brasil, que combata o crime e zele pelos Direitos Humanos. A pesquisa se justificou pelo próprio conflito representado por uma Segurança Pública deficiente e o preconizado na Constituição Federal, que se aprofunda num ambiente de desinformação geral, sobretudo com grande influência das mídias eletrônicas. Foi o principal objetivo analisar e discutir conteúdo em mídias eletrônicas acerca do assunto Direitos Humanos e Polícia Militar. A conclusão é que a concepção de que a segurança pública é unicamente a atuação repressiva das forças policiais é uma ideia equivocada e que favorece um cenário de crescente violência urbana e desrespeito aos direitos humanos, e as mídias, sobretudo digitais, contribuem para a disseminação dessas ideias.
              Download
                GRANDES ROUBOS ÀS INTITUIÇÕES FINANCEIRAS: ULTRAPASSANDO FRONTEIRAS BRASILEIRAS
                Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
                Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
                Data 27/02/2018
                Área ADMINISTRAÇÃO
                Orientador(es)
                • ROGERIO TURELLA
                Orientando(s)
                • Vinicius de Souza Almeida
                Banca
                • LUIS ANTÔNIO SÁ BRAGA
                • ROGERIO TURELLA
                • WAGNER FERREIRA DA SILVA
                Resumo O artigo retrata as atuações dos grupos criminosos chamados de novos cangaceiros, frente à modalidade conhecida como novo cangaço, ações essas que evoluíram para os grandes roubos às instituições financeiras. O objetivo é compreender a dinâmica desta modalidade de crime; descrever o processo de expansão territorial em âmbito nacional e internacional; e analisar os aspectos correlatos com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital – PCC, por meio de pesquisas bibliográficas. Os resultados obtidos se referem ao crescimento destas ações violentas, frequentemente empregadas em cidades do Brasil e, recentemente, nas fronteiras brasileiras junto ao Paraguai e a Bolívia. Assim, conclui-se que o crime, configurado como grandes roubos às instituições financeiras, vem se alastrando consideravelmente no país e preocupando as autoridades da segurança pública nos países fronteiriços. Ademais, existem algumas ligações destas atuações criminosas com integrantes do PCC, nas ações individuais que independe dos preceitos ideológicos da facção.
                Download
                  CONSELHO DA COMUNIDADE DE GLÓRIA DE DOURADOS - MS
                  Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
                  Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
                  Data 27/02/2018
                  Área ADMINISTRAÇÃO
                  Orientador(es)
                  • JOAQUIM CARLOS KLEIN DE ALENCAR
                  Orientando(s)
                  • Thiago Marinho Custódio
                  Banca
                  • Carlos de Santana Carneiro
                  • EMERSON DE ALMEIDA VICENTE
                  • JOAQUIM CARLOS KLEIN DE ALENCAR
                  Resumo RESUMO: O trabalho apresenta a importância da atuação do Conselho da Comunidade de Glória de Dourados – MS para a ressocialização de detentos das celas da Delegacia de Polícia Civil de Glória de Dourados – MS, bem como os enquadrados em regime semiaberto e aberto. O Conselho da Comunidade, órgão criado através da Lei nº. 7.210, de 11 de julho de 1984, é instalado pelo Juiz da Vara de Execução Criminal da Comarca e conta com a participação voluntária de 18 conselheiros, do defensor público, do juiz e do promotor locais. Por meio de convênios estabelecidos com instituições estaduais e municipais, os servidores dessas instituições contribuem com o sucesso das atividades desenvolvidas pelo Conselho, com destaque para atuação da Polícia Militar que, durante o policiamento ostensivo, fiscaliza o cumprimento das medidas cautelares diversas da prisão a qual os reeducandos são submetidos.
                  Download
                    UM ESTUDO SOBRE A VIOLÊNCIA POLICIAL MILITAR NO ESTADO DO PARANÁ, NO ANO DE 2016: REFLEXÕES NECESSÁRIAS
                    Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
                    Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
                    Data 27/02/2018
                    Área ADMINISTRAÇÃO
                    Orientador(es)
                    • JOAQUIM CARLOS KLEIN DE ALENCAR
                    Orientando(s)
                    • Rodolfo Kredens Silva
                    Banca
                    • CLÁUDIO ROBERTO MONTEIRO AYRES
                    • JOAQUIM CARLOS KLEIN DE ALENCAR
                    • MARCUS VINICIUS POLLET
                    Resumo A Polícia Militar do Paraná e seus agentes são constantemente denominados como violentos, principalmente pelos meios de comunicação. A partir deste cenário, este estudo visa analisar estatisticamente os atos praticados pelos policiais militares do Estado do Paraná durante o ano de 2016, no exercício da atividade policial. Para tanto, buscamos identificar a conceituação de violência, mais especificamente, de violência policial militar, para assim verificar se a Polícia Militar do Paraná e/ou seus agentes são violentos ou não. O método de abordagem adotado foi dedutivo, dialético e quanti-qualitativo, realizado por meio de pesquisa bibliográfica e levantamento e análise de dados estatísticos, obtidos através da aplicação de questionários. Como aportes teóricos, utilizamos Krug e seus interlocutores na definição de violência, Meirelles e Cretella Júnior na seara do Direito Administrativo e Oliveira Junior no histórico e evolução da polícia militar no Brasil. Os resultados da pesquisa indicam que as ações dos policiais militares não são violentas e, embora haja uma cifra negra de notificações, o percentual de comprovação de violação legal, entre as que ocorrem, é considerado diminuto.
                    Download
                      A LEI Nº 13.491/2017 E A NECESSIDADE DE PROFISSIONALIZAR O EXERCÍCO DE POLÍCIA JUDICIÁRIA MILITAR ESTADUAL NO CBMMS
                      Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
                      Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
                      Data 27/02/2018
                      Área ADMINISTRAÇÃO
                      Orientador(es)
                      • ROGERIO TURELLA
                      Orientando(s)
                      • Reginaldo Alves de Moraes
                      Banca
                      • FREDERICK CALDEIRA DA ROCHA
                      • LEANDRO BORGES BERTHOLDO
                      • ROGERIO TURELLA
                      Resumo A Polícia Judiciária Militar (PJM) têm suas competências regidas pelo Código de Processo Penal Militar (CPPM), e sua principal função é apurar a prática de ilícito penal militar, buscando coletar elementos de autoria e materialidade, atuando como braços e olhos da Justiça Militar. Com a vigência da Lei n. 13.491 no dia 16 de outubro de 2017, houve alteração pontual no Código Penal Militar (CPM), especificamente no artigo 9º que traz a definição dos crimes militares em tempo de paz, imprimindo dessa maneira nova redação ao Inciso II, de forma que a conduta praticada por militar em situação de atividade pode estar tipificada no CPM ou na legislação penal comum. Com isto, ampliou significativamente o rol dos tipos penais sob competência da Justiça Militar e, por decorrência, as atribuições da PJM concernentes a apuração dos crimes previstos na legislação penal brasileira, que passaram a ser considerados crimes militares, quando praticados nas situações especiais do Inciso II, art. 9º do CPM, e ainda, muitas situações procedimentais surgiram diante do dever de exercício pleno dos atos de PJM que lastreiam o poder de punir do Estado. Destarte, a alteração legislativa fez renascer no seio do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso do Sul (CBMMS) a necessidade de se profissionalizar as ações de PJM com a estruturação de pessoal e instalações físicas específica, com objetivo de padronizar os procedimentos e alinhar conhecimento jurídico para a prática dos atos de PJM da nova demanda.
                      Download
                        A IMPORTÂNCIA DA ESTRUTURAÇÃO DAS ASSESSORIAS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA POLÍCIA MILITAR DE MATO GROSSO DO SUL
                        Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
                        Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
                        Data 27/02/2018
                        Área ADMINISTRAÇÃO
                        Orientador(es)
                        • JOSÉ ROBERTO DA SILVA LUNAS
                        Orientando(s)
                        • Luna Chaparro da Costa Neves Malhada
                        Banca
                        • ANDERSON LUIZ ALVES AVELAR
                        • EDSON FURTADO DE OLIVEIRA
                        • JOSÉ ROBERTO DA SILVA LUNAS
                        Resumo O contexto de cibercultura, a dinâmica da informação e do conhecimento fácil, se trazendo verdades ou não, e a necessidade de atualização da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, como de qualquer outra empresa, seja pública, seja privada, tornam exigível a estruturação das instituições no tocante a todos os serviços próprios de Assessorias de Comunicação; especialmente a Polícia Militar, tão notadamente estigmatizada e associada à corrupção, ao despreparo profissional e até à incompatibilidade com as pretensões da Democracia nacional. A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul deve ter reestruturados seus setores de comunicação para, dentre outras tarefas, o devido marketing e, ao final deste estudo, se apresenta proposta de estruturação de uma Diretoria de Comunicação Social a partir do que, na corporação, é a chamada PM5
                        Download
                          VEDAÇÃO QUANTO À DESTINAÇÃO DE EMENDAS PARLAMENTARES PARA A SEGURANÇA PÚBLICA: Perspectivas para a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul.
                          Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
                          Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
                          Data 27/02/2018
                          Área ADMINISTRAÇÃO
                          Orientador(es)
                          • JOSÉ ROBERTO DA SILVA LUNAS
                          Orientando(s)
                          • Letícia Raquel Lopes Ramos
                          Banca
                          • CLÁUDIO ROBERTO MONTEIRO AYRES
                          • JOSÉ ROBERTO DA SILVA LUNAS
                          Resumo Este artigo aborda a destinação das emendas parlamentares da bancada do Estado de Mato Grosso do Sul quanto às vedações existentes, a impositividade constitucional, quanto ao entendimento de alguns parlamentares estaduais de que as emendas parlamentares somente podem ser aplicadas para assistência social, não podendo ser empregadas à atividade-fim de instituições de segurança pública, como compra de equipamentos e viaturas para a Polícia Militar. No ano de 2017 houve uma movimentação anormal dentro da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul quanto ao assédio aos parlamentares estaduais e federais no intuito de se conseguir destinação de emendas parlamentares para os quarteis existentes em nosso Estado, entretanto, muitos projetos não foram apresentados porque existe um entendimento na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul de que não se pode destinar emendas parlamentares diretamente para a Polícia Militar sem um viés social. Este estudo baseia-se na destinação das emendas federais e estaduais (no ano de 2017) para instituições atuantes em segurança pública de Mato Grosso do Sul. Nas leis que tratam das emendas parlamentares e do PLA e LOA para o ano de 2018.
                          Download
                            POLICIAMENTO COMUNITÁRIO NA REGIÃO URBANA DO IMBIRUSSU EM CAMPO GRANDE - MS
                            Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
                            Tipo Artigo Científico
                            Data 27/02/2018
                            Área ADMINISTRAÇÃO
                            Orientador(es)
                            • Carlos de Santana Carneiro
                            Orientando(s)
                            • Fabio Elias Amaral Cavalcante Gonçalves
                            Banca
                            • Carlos de Santana Carneiro
                            • EDILSON JOSE DE OLIVEIRA RAMOS
                            Resumo A difícil tarefa de por em prática a policia comunitária passa pela importância em saber o que os policiais pensam em relação aos grupos sociais e os grupos em relação à polícia, objetivando ser uma conquista séria e diária, incluindo, ainda a prevenção, redução do medo do crime, buscando sempre a melhoria nas respostas as comunidades. Este trabalho irá mostrar uma breve análise do contexto da polícia comunitária no brasil, no Mato Grosso do Sul e a sua aplicação, em especial, junto à comunidade da Região Urbana do Imbirussu, com exemplo prático no Polo Empresarial Oeste, âmbito da circunscrição 1º Batalhão de Polícia Militar, com destaque para ações proativas desenvolvidas pelo 1ºPel/1ºCIA/1ºBPM – Força Tática. Por fim, buscou-se realizar uma reflexão acerca dos princípios norteadores da filosofia de policia comunitária, os quais se observados, bem compreendidos e colocado em prática, permitem uma real e efetiva participação da comunidade na área da segurança pública, conforme realizado pelo Conselho Comunitário de Segurança Polo Empresarial Oeste.
                            Download
                              ASPECTOS PSICOSSOCIAIS DA VIOLÊNCIA: MÉTODO DIALÓGICO-VIVENCIAL APLICADO À POLÍCIA COMUNITÁRIA
                              Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
                              Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
                              Data 27/02/2018
                              Área ADMINISTRAÇÃO
                              Orientador(es)
                              • ISAEL JOSÉ SANTANA
                              Orientando(s)
                              • Kátia Souza Santos Ramiro
                              Banca
                              • Carlos de Santana Carneiro
                              • ISAEL JOSÉ SANTANA
                              • THONNY AUDRY LIMA ZERLOTTI
                              Resumo Este artigo, busca contribuir para difundir a intervenção proposta pela Psicologia Comunitária, relacionando suas bases metodológicas por meio dos pressupostos da Psicologia Histórico-Cultural, e que por meio de pesquisa bibliográfica, utiliza-se do método dialógico-vivencial e do mapeamento psicossocial comunitário, como proposta de instrumento de inserção e levantamento de dados junto à comunidade e como recurso estratégico a ser utilizado pelo policiamento comunitário, para conhecimento da realidade objetiva da comunidade em que atua, e desta forma subsidiar os planos de ações que atendam as necessidades da polícia em conter e prevenir a violência, como também atender as demandas da comunidade em um trabalho colaborativo, executando políticas públicas racionais e efetivas que garantam os direitos de cidadania e reflitam a justiça social.
                              Download
                                A IMPORTÂNCIA DO TREINAMENTO CONTINUADO DO POLICIAL MILITAR QUANTO AO USO DA ARMA DE FOGO
                                Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
                                Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
                                Data 27/02/2018
                                Área ADMINISTRAÇÃO
                                Orientador(es)
                                • ROGERIO TURELLA
                                Orientando(s)
                                • Cleide Maria da Silva
                                Banca
                                • EMERSON DE ALMEIDA VICENTE
                                • ROGERIO TURELLA
                                • WAGNER FERREIRA DA SILVA
                                Resumo No Brasil, vivemos um paradoxo no que tange as questões voltadas aos modos operantes da atuação policial. De um lado, intervenções pautadas nos princípios da legalidade, ética e profissionalismo, do outro, algumas ações policiais com desfechos desastrosos, amadores, em que tanto às instituições policiais quanto aos seus integrantes são imputados por uso indevido da força, abuso de autoridade, truculência, violência, danos físicos e morais. Diante desse cenário, podemos afirmar que a força policial, discricionariedade delegada pelo Estado, deve ser usada sob rígidos critérios, de forma moderada e proporcional ao quadro de risco e ameaça, bem como do potencial agressivo, observados os princípios de legalidade, necessidade, proporcionalidade, conveniência e oportunidade da ação. O policial ao fazer a avaliação de risco, tanto poderá se deparar com situação dentro da normalidade, ou não, e nessa linha tênue, em milésimos de segundos e quase sempre sob forte estresse, deverá agir visando resultados satisfatórios. Assim, se espera que o policial tenha o devido preparo para atuar nas diferentes situações dentro da sua rotina laboral. Portanto, é fundamental a disponibilização não só das ferramentas de trabalho necessárias a atuação policial, mas também a devida habilitação para manuseio desses equipamentos manutenidos através de treinamento continuado, principalmente no que tange ao uso da arma de fogo, fins de oferecer suporte técnico científico capaz de subsidiar a tomada de decisão no difícil e solitário momento quanto a seleção do uso correto da força a ser empregada, pois é este nível de profissionalismo que a sociedade espera do policial militar
                                Download
                                  AÇÕES DAS AUTORIDADES FRENTE À VIOLÊNCIA DE TORCEDORES EM EVENTOS FUTEBOLÍSTICOS
                                  Curso Especialização em Ciências Policiais e Gestão em Segurança Pública
                                  Tipo Trabalho de Conclusão de Curso
                                  Data 27/02/2018
                                  Área ADMINISTRAÇÃO
                                  Orientador(es)
                                  • ROGERIO TURELLA
                                  Orientando(s)
                                  • Edemir Ribeiro da Silva Junior
                                  Banca
                                  • CLAUDIO ROBERTO MONTEIRO AYRES
                                  • MARCOS PAULO GIMENEZ
                                  • ROGERIO TURELLA
                                  Resumo No Brasil, o futebol tornou-se paixão nacional, tendo por vezes as emoções extrapoladas por seus admiradores. Quando essas emoções passam os limites aceitáveis, gerando violência, têm-se a necessidade da intervenção policial. Além dos times que entram em campo, tem-se outra figura de destaque, as Torcidas Organizadas. Há algum tempo, as autoridades vem se preocupando com ações tomadas por certos grupos pertencentes a torcidas organizadas. Ações essas que já geraram muitas mortes, dentro e fora do estádio, além de inúmeros feridos. Mas como inibir as ações desses indivíduos? Essa não é somente uma problemática brasileira. Em outros países, também temos diversos fatos violentos envolvendo torcedores fanáticos. Será que é possível intimidar as ações desses indivíduos? Este artigo busca demonstrar o trabalho de planejamento, execução e monitoramento por parte das autoridades envolvidas em eventos futebolísticos, em especial a visão da Polícia Militar do Paraná, antes, durante e após esses eventos. A importância de um planejamento bem estruturado e bem executado é crucial para não deixar brechas ou lacunas para a atuação desses grupos fanáticos.
                                  Download
                                    Página 6 de 8 (20 de 147 registros).